Campanha da Polónia

Da Metapedia

Mapa da Campanha da Polónia.

A Campanha da Polónia em 1939 consistiu na ação militar preventiva da Alemanha contra a Polónia a partir de 1 de setembro de 1939, em reação às múltiplas agressões polonesas contra a população alemã radicada na parte leste da Alemanha anexada pela Polónia após a Primeira Guerra Mundial. A Eslováquia também participa da campanha desde o primeiro dia, retomando áreas disputadas que haviam sido ocupadas pela Polónia após o Acordo de Munique em 1938. Em 17 de Setembro a União Soviética, seguindo uma cláusula secreta do Pacto Molotov-Ribbentrop entra na parte oriental do país, aprisionando muitos civis e militares que mais tarde seriam executados no Massacre de Katyn. Por fim, em 19 de setembro, a Lituânia invade a região de Vilnius, sua capital histórica que estava ocupada pela Polónia desde o fim da Guerra Polaco-Lituana em 1920.

A Campanha da Polónia forneceu à Inglaterra e França o desejado argumento para a declaração de guerra à Alemanha e o início da Segunda Guerra Mundial. É de se destacar que no entanto a invasão da polônia pelo "Exército Vermelho" em decorrência do "Pacto Hitler-Stalin" não foi contestada, muito menos provocou uma declaração de guerra à União Soviética.

Histórico

Exército polaco com canhão anti-tanque Bofors de 37mm (de origem sueca mas fabricado na Polónia).

Em decorrência do Tratado de Versalhes, entre outras penalidades foi imposto à Alemanha a cessão à Polónia, de extensões territoriais densamente povoadas na parte leste de nação. Sob o comando polaco a população sofreu continuas ações criminosas. Entre maio e agosto de 1939, mais de 15.000 alemães foram assassinados. A explosão da ponte ferroviária de Dirschau pelos polacos visava interromper o tráfego à Prússia Oriental. A população de Danzig sofreu constantes ações terroristas. A cidade de Beuthen foi bombardeada por artilharia polonesa. O Schleswig-Holstein, navio comercial, foi atacado pela fortificação montada na península de Westerplatte. O consul alemão em Cracóvia foi assassinado. Estas e outras ações perpetradas pelo governo polaco eram violações claras e inadmissíveis do direito internacional, levadas a cabo com o incentivo e a retaguarda assegurada pela Inglaterra. Interessava levar a Alemanha à reação com atividades que pudessem ser rotuladas de beligerantes. A partir de março de 1939 a Polónia inicia a mobilização de seu exército, e em 30 de Agosto de 1939 prepara-se para deflagrar uma iminente invasão na Alemanha. A Alemanha se antecipa à ação polaca, e numa campanha iniciada em 01 de Setembro do mesmo ano e finalizada 37 dias após (06 de outubro de 1939) obtém a capitulação polaca. O governo polaco havia se retirado ao exílio na Inglaterra. A ação rápida e contundente passa a ser conhecida pela expressão Blitzkrieg (guerra-relâmpago).

Galeria de imagens

 • Segunda Guerra Mundial •
Artigo principal: Segunda Guerra Mundial Portal: Portal:Segunda Guerra Mundial
Ferramentas pessoais
Noutras línguas