NSDAP

Da Metapedia

Organograma do NSDAP

O Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (alemão: Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei - NSDAP) foi o partido político de ideologia nacional-socialista que governou a Alemanha durante o Terceiro Reich, levado ao poder pelo Führer Adolf Hitler, eleito democraticamente em 1933.

O partido foi a principal força política na Alemanha desde a queda da República de Weimar (1933) até o final da Segunda Guerra Mundial em 1945, quando foi declarada ilegal e seus líderes foram presos e acusados pelos aliados de crimes de guerra, contra a humanidade e contra a paz no Julgamentos de Nuremberga entre novembro de 1945 e outubro de 1946.

História

Para investigar os diferentes grupos políticos em Munique, o Serviço Alemão de Inteligência do Exército enviou a Hitler, um jovem cabo, para acompanhar as atividades de um partido chamado Deutsche Arbeiterpartei (Partido dos Trabalhadores Alemães), que havia sido fundado em janeiro de 1919 por um serralheiro chamado Anton Drexler[1] (juntamente com Gottfried Feder, Dietrich Eckart, Alfred Rosenberg, Hermann Esser e Karl Harrer) como um dos movimentos populares (em alemão völkisch) que existiram na Alemanha como resultado de sua derrota na Primeira Guerra Mundial.

Hitler participa de uma reunião em 16 de setembro de 1919 e é convidado a se juntar ao movimento.

Em 24 de fevereiro de 1920, a primeira reunião de massa do partido em Munique foi realizada a pedido de Hitler, onde Hitler leu os 25 pontos do Programa do Partido, ele próprio e Anton Drexler, pontos que constituíram o programa dogmático do nacional-socialismo. Nesta mesma assembléia, a mudança de nome do movimento foi decidida, passando a denominar-se "Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães", cujas siglas em alemão são NSDAP.

Artigos relacionados

Referências

  1. The Rise and Fall of the Third Reich, Arrow Books Ltd (2 May 1991), p.33
Ferramentas pessoais