Vlaams Belang

Da Metapedia

Vlaams.gif
Vlaams Belang (Interesse Flamengo) é um partido belga que apoia a independência da flamenga e defende limites à imigração não-europeia. O Vlaams Belang rejeita o multiculturalismo, embora aceite uma sociedade multietnica que exclua o Islão. Embora os defensores do partido classifiquem as suas políticas como normais num partido conservador, alguns observadores descrevem-no como um partido de extrema-direita.

O Vlaams Belang nasceu a partir de um outro partido, Vlaams Blok (Bloco Flamengo). Este, fundado nos anos 70, foi extinto em 2004 por decisão judicial, devido a acusações de racismo. O lema do Vlaams Belang é Eigen Volk Eerst (O nosso povo primeiro) e tem como actual presidente Frank Vanhecke.

Programa político

  • Autodeterminação da nação flamenga para formar um novo estado federal no Norte da Bélgica.
  • Oposição à adesão da Turquia à União Europeia.
  • Nos primeiros tempos o partido defendia a deportação automática de todos os imigrantes da Bélgica. Actualmente, os seus líderes defendem apenas o regresso de todos os imigrantes que não tenham conseguido integrar-se na sociedade belga.
  • Amnistia incondicional de todos os belgas que tenham sido acusados de colaboração com o regime nacional-socialista alemão durante a Segunda Guerra Mundial.
  • Melhoramento dos benefícios para quem tem filhos.
  • Oposição às leis que permitem o casamento e a adopção de crianças por homossexuais.
  • Ilegalização do aborto, excepto por razões médicas ou casos de violação. O Vlaams Belang defende antes a flexibilização do sistema de adopção.
  • Revogação de todas as leis anti-racistas e anti-discrimatórias em nome da Liberdade de Expressão.
  • Privatização do sistema de pensões.
  • Políticas económicas que liberalizem o mercado e diminuam a intervenção estatal.
  • Em geral, o Vlaams Belang balança entre uma ideologia económica ultraliberal com uma política social ultraconservadora.

Representação Institucional

No Parlamento Europeu faz parte do grupo Identidade, Tradição e Soberania, com 3 deputados incluindo o líder do partido Frank Vanhecke. Obteve 24,2% dos votos nas eleições municipais de 2004, mantendo sensivelmente o resultado no sufrágio de 2007. Até agora o partido ainda não conseguiu atingir uma posição de poder, o que se deve em grande parte a um acordo tácito de cordão sanitário que impede os principais partidos de se coligarem ao Vlaams Belang. Esta é a táctica que os outros partidos utilizam para tentar bloquear o crescimento do Vlaams Belang, ainda que nos últimos tempos tenham surgido críticas por parte de alguns líderes conservadores que argumentam que este cordão é um instrumento para a esquerda se conservar no poder.

Ligações Externas

Ferramentas pessoais
Noutras línguas