Pacto Churchill-Stalin

Da Metapedia

Plano de operações em quatro frentes

Denomina-se Pacto Churchill-Stalin (de 15 de outubro de 1939), o acordo secreto entre Churchill e Stalin, estabelecendo os planos para uma guerra em 4 frentes contra a Alemanha. O plano foi assinado em Londres, - por Stalin em 28 de janeiro, e por Churchill em 08 de fevereiro de 1940.

Índice

Os planos do pacto

  • Ao norte – Ocupação da Noruega, Suécia e Dinamarca por tropas inglesas e francesas. Início no dia 14 – 15 de maio de 1940 (Posteriormente antecipado para o dia 8 – 9 de abril).
  • Ao oeste – Invasão pela França, Bélgica e Dinamarca a partir do final de maio de 1940.
  • Ao sul – Invasão pela Iugoslávia e Grécia, em conjunto com tropas inglesas.
  • Ao leste – Invasão pelas forças armadas soviéticas a partir de 15 de junho de 1941.

Estes planos levados ao conhecimento alemão através do marechal finlandês Carl Gustaf Emil Mannerheim, colocaram o Alto Comando das Forças Armadas alemãs (Oberkommando der Wehrmacht-OKW) diante de uma situação que não oferecia opções. Resistir a uma guerra em quatro frentes simultaneamente era praticamente inviável, eis que já na Primeira Guerra Mundial não foi possível resistir a guerra de duas frentes, desencadeada pela Tríplice Entente.

A origem da Guerra Relâmpago

A única possibilidade seria antecipar-se aos planos inimigos através de rápidas e localizadas ações preventivas, nas quais o fator surpresa poderia influenciar o curso dos combates.

Assim, apenas reações imediatas e rápidas poderiam trazer resultados positivos, e desta situação emergencial nasceram as “guerras relâmpago” (Blitzkrieg), assim chamadas as campanhas vitoriosas de maio e junho de 1940, com a ocupação dos Países Baixos, Bélgica e Luxemburgo, e com a derrota da França.

Também a guerra contra a União Soviética em 1941 foi uma guerra preventiva imposta à Alemanha. Josef Stalin, conforme seu acordo com Winston Churchill no verão de 1941, colocou em prontidão 5 milhões de soldados nas divisas alemãs. Objetivo desta ação de codinome "tempestade" era a invasão da Alemanha. A data da invasão estava programado para o dia 06 , ou mais provavelmente o dia 10 de julho de 1941. [1]. Assim, as Forças Armadas alemãs, ao iniciar a campanha da Rússia em 22 de junho de 1941, conseguiram se antecipar à invasão inimiga em apenas 18 dias.

Notas de rodapé

  1. Viktor Suworow: Der Eisbrecher, pág. 429-430

Literatura

Finlandia no centro da tempestade

Herbert Hoff:.(O gatilho da 2a Guerra Mundial). Faktenspiegel VI . Die Auslösung des 2. Weltkriegs : geschrieben für historisch und politisch Interessierte, insbesondere für die jungen Generationen (Arquivo PDF)

  • Erkki Hautamäki: Suomi myrskyn silmässä, sueco: „Finland i stormens öga - Marskalk C G E Mannerheims hemliga Pärm S-32 från åren 1932-1949“, („Finlandia no centro da tempestade, Sobre o livro (ingles))

Referências

em ingles
Ferramentas pessoais
Noutras línguas