Nicolau Copérnico

Da Metapedia

Nicolau Copérnico (Água-forte de Tobias Stimmer)

Nicolau Copérnico (* 19 de fevereiro de 1473 em Thorn, Prússia Ocidental, atualmente ocupada pela Polônia, † 24 de maio de 1543 em Frauenburg, Prússia Oriental, ibidem) documentado quando jovem como Niclas Koppernigk, em latim Nicolaus Copernicus, foi um médico praticante e astrônomo alemão.

No Século XVI Copérnico foi cônego da catedral em Frauenburg, onde atuou até a sua morte. Em sua obra principal "De Revolutionibus Orbium Coelestium" (Sobre as revoluções das esferas celestes) descreveu o modelo atualmente aceito do Sistema Solar.

Astronomia

Desde 1491 dedicava-se na Universidade de Cracóvia a estudos humanísticos, matemáticos e astronômicos e de 1496 a 1500 a direito eclesiástico e secular. Por interferência de seu tio, o bispo Lukas Watzelrode foi acolhido em 1497 no capítulo da catedral de Frauenburg. Em Bolonha, com o professor Dominico Maria Novarra continuou seus estudos de astronomia. Passou pouco tempo em Roma e temporariamente voltou em 1501 a Ermland (Vármia). A partir de 1501 estudou em Padua e Ferrara, onde, em 31 de maio de 1501 foi promovido a doutor em direito eclesiástico. Em seguida estudou medicina. Após seu retorno em 1506 viveu em Heilsberg como secretário de seu tio, até a morte deste em 1512.

Como astrônomo completou o que Regiomontanus (Johannes Müller von Königsberg) vislumbrava, uma revisão da teoria do movimento dos planetas, apoiando-se numa série de observações . Só com base nisso poderia pensar-se numa reforma de calendário, considerada imprescindível desde início do século XVI.

Estimulado por conceitos da antiguidade Copérnico inclinou-se à hipótese de uma cosmologia heliocêntrica. Um breve relato disto foi provavelmente "Commentariolus", redigido em 1514. Aqui expressou a admissão de que o Sol constituia o centro das órbitas (ainda circulares) dos Planetas, inclusive da Terra, e que esta gira em torno de seu próprio eixo e é circundada pela Lua. Um conhecimento mais amplo da teoria de Copérico só ocorreu com a Narratio Prima de Georg Joachim Rheticus. A obra principal de Copérnico, De revolutionibus orbitum coelestium libri VI, 1543, (Seis livros sobre as revoluções das esferas celestes) traduzido para o alemão em 1879, nova edição em 1939, foi publicada no ano de sua morte. Tinha sido dedicada ao Papa Paulo III. Entretanto, em lugar do prefácio do autor, a introdução foi redigida pelo teólogo protestante Andreas Osiander, que inverteu todo o sentido da obra.

As imperfeições que a teoria de Copérnico ainda apresentava foram corrigidas por Johannes Kepler.

As pesquisas de Copérnico não sofreram grandes empecilhos por parte da Igreja do Século XVI. Em 1533 o Papa Clemente VII chegou a solicitar uma exposição de sua teoria. Em 1616 porém a obra de Copérnico foi incluída no indice católico de livros proibidos. Em 1757 a Igreja Católica reconheceu a validade do sistema cosmológico de Copérnico, mas somente em 1993 o Papa João Paulo II reabilitou o cientista que tinha sido difamado como herege.

Nacionalidade

Em conformidade com seus escritos redigidos somente em latim ou alemão Copérnico era alemão, mas ainda assim faz parte dos "falsos poloneses", isto é, pessoas que são declaradas erroneamente de compatriotas pelos poloneses. Motivo para tanto é o fato que Copérnico nasceu em 1473 em Thorn, que na época fazia parte da Polônia. Entretanto as pesquisas contestam uma origem polonesa, entre outras o fato que sua lingua materna era alemão. Seus pais foram Niklas Koppernigk, um abastado comerciante de cobre e juiz de fato em Thorn e sua mulher Barbara Watzelrode. A familia Koppernigk fazia parte da burguesia alemã da cidade hanseática de Thorn. Mesmo na Polônia só no século XIX alguns historiadores falsários começaram a traduzir Nicolau Copérnico para "Mikolaj Kopernik" e a declará-lo "polonês". Antes disso, Copérnico nunca tinha sido rotulado de polonês, ou oriundo da Polônia, nem mesmo por historiadores poloneses.

Referências

  • Der Grosse Brockhaus, F.A.Brockhaus, Wiesbaden 1955
  • Nicolaus Coppernicus aus Thorn über die Kreisbewegungen der Weltkörper (1879)
Ferramentas pessoais
Noutras línguas