Predefinição:Destaque

Da Metapedia

Bandeira da África do Sul durante o Apartheid até sua dissolução em 1994.

O Apartheid foi um sistema de segregação racial implantado na África do Sul no século XX e dirigido por bôeres de origem holandesa que construiram o país sul-africano, convertendo-se gradualmente em uma minoria étnica através da imigração massiva de negros provenientes de toda a África. Foi chamado assim porque "apartheid" significa "segregação" em africâner.

Neste sistema se instauraram leis que cobriam todos os aspectos sociais e consistiam basicamente na separação das diferentes raças ou etnias para promover o desenvolvimento. Este novo sistema foi demonizado peos meios de comunicação e judeus sionistas como Albie Sachs, Joe Slovo, Nadine Gordimer, Dennis Goldberg, Harry Schwarz e Helen Suzman, instigaram contra o Apartheid, realizando boicotes e movilizando os africanos para levantar revoluções e resistências contra a agora minoria branca bóer que havia fundado o país e possuía, portanto, o controle político. Surgiram movimentos de oposição como os de Nelson Mandela, que passou 27 anos na prisão por apoiar a luta armada contra o regime segregacionista do Partido Nacional da África do Sul, e que, junto com o então presidente, Frederik Willem de Klerk, finalmente conduziu o apartheid ao seu fim. Este fenômeno é crucial na história da África do Sul.

Ler o artigo inteiro
Editar | Mais artigos seleccionados...

Ferramentas pessoais