Mossad

Da Metapedia

Mossad é uma agência de inteligência e serviço de espionagem de Israel que atua fora dos limites daquele país terrorista. Esta organização é famosa por praticar diversos crimes como sequestros de pessoas, assassinatos e operações de bandeira falsa. Entre os casos mais famosos está o Caso Lavon acontecido em 1954, quando alvos ingleses e estadunidenses foram atacados no Egito por agentes do Mossad com a finalidade de jogar a Inglaterra e os EUA contra o país árabe. Recentemente foi descoberto que o Mossad treinou o terrorista Nelson Mandela[1].

Operações praticadas ou provavelmente praticadas pelo Mossad

  • 1965: Assassinato de Herberts Cukurs, piloto letão que lutou contra a União Soviética durante a Segunda Guerra Mundial e após a guerra vivia no Brasil.
  • 1967: Ataque contra o navio estadunidense USS Liberty, que estava no Mar Mediterrâneo em águas internacionais, durante a Guerra dos Seis Dias. O ataque, que causou a morte de 34 pessoas e feriu outras 171, foi uma operação de bandeira falsa para trazer os EUA para o conflito. Após a confirmação que este foi praticado pelos israelenses, os governos de Israel e EUA fizeram uma investigação e concluiram que o ataque foi um incidente, supostamente os israelenses confundiram o navio por um egípcio. O caso foi logo em seguida abafado pela mídia.
  • 1972: Massacre de atletas israelenses nos Jogos Olímpicos de Verão de 1972 em Munique, Alemanha, o Mossad pode ter praticado o atentando como bandeira falsa.
  • 1992: Atentado a bomba contra a embaixada israelense em Buenos Aires, Argentina.
  • 1994: Atentado contra a AMIA (Asociación Mutual Israelita Argentina) também em Buenos Aires. Assim como o atentado de 1992, Israel acusou o Irão de ter causado também este atentado.
  • 2001: Atentado de 11 de setembro contra o WTC em Nova Iorque, EUA, que segundo muitos foi uma operação de bandeira falsa para fazer a opinião pública estadunidense apoiar a guerra contra o Afeganistão e contra o Iraque[2].
  • 2004: Envenenamento de Yasser Arafat, líder palestino[3].
  • 2008: Assassinato de Jörg Haider, nacionalista austríaco.
  • 2010: Atentado a bomba no Irão contra civis[4].
  • 2012: Assassinato de cientista iraniano que trabalha no programa nuclear de seu país[5].

Referências

  1. www.publico.pt
  2. [1] - Vídeo do Irmão Nathanael no youtube (legendado em português).
  3. g1.globo.com
  4. [2] - Mossad treina esquadrão da morte iraniano.
  5. [3] - Novamente é assassinado um pesquisador iraniano.
Ferramentas pessoais
Noutras línguas